Coregasmo: o exercício que leva a mulher ao orgasmo


>




Pesquisadores da Universidade de Indiana realizaram o primeiro estudo sobre o tema e revelaram que exercícios, mesmo quando praticados sem relação sexual ou fantasias, pode levar a mulher ao orgasmo.

O estudo sugere que a sensação de prazer proporcionada pelo orgasmo não é necessariamente um evento sexual. As descobertas, publicadas numa edição especial da "Sexual and Relationship Therapy", conceituada publicação na área de terapia e saúde sexual, embora esteja sendo tratada como novidade pela ciência, já vem sendo debatida pela mídia com o termo de coregasmo.

O termo deriva da associação aos exercícios que visam os músculos core, 29 pares que incluem os oblíquos (interno e externo), o transverso do abdômen, os glúteos, o quadrado lombar e os assoalho pélvico.

Os abdominais, a escalada em paredes adaptadas ou cordas, o spinning e o levantamento de peso foram os exercícios mais comumente associados ao orgasmo induzido pela atividade física.

Os resultados foram baseados em pesquisas on-line feitas com 124 mulheres na faixa etária entre 18 e 63 anos que revelaram terem chegado ao orgasmo induzido pelo exercício (EIO, na sigla em inglês) e 246 que tiveram orgasmo em decorrência de relação sexual (EISP).

A maioria das participantes estava mantendo um relacionamento ou era casada, e 69% se declararam heterossexuais. Serão necessários mais estudos para poder detectar os mecanismos que desencadeiam o orgasmo induzido pelo exercício, como também o que resulta da relação sexual. E se eles podem melhorar o desempenho sexual feminino.

Coregasmo: o exercício que leva a mulher ao orgasmo Coregasmo: o exercício que leva a mulher ao orgasmo Revisado by Faça Fisioterapia on 13:00 Nota: 5