Saiba mais sobre a incontinência fecal








Continência Fecal é a capacidade de protelar o desejo de defecar até estar em local adequado

Continência Fecal requer:
  • Anatomia e função normal dos esfíncteres anais e dos MAPs
  • Sensação ano-retal normal
  • Papel do reto e cólon sigmóide como reservatório fecal, com capacidade, complacência e atividade motora intrínseca
  • Tempo de trânsito intestinal
  • Volume e consistência fecal
  • Ângulo ano-retal
INCONTINÊNCIA FECAL
É caracterizada pela passagem incontrolável e recorrente de material fecal (Sociedade Internacional de Continência- ICS)

INCONTINÊNCIA ANAL

É a perda involuntária, tanto de material fecal, quanto de gazes, com incapacidade de manter o controle fisiológico do conteúdo intestinal, em local e tempo socialmente adequados.


CAUSAS DE INCONTINÊNCIA FECAL

MULTIFATORIAL:
  • Lesões diretas nas estruturas musculares (EAI e EAE)
  • Problemas congênitos (ex:Ânus imperfurado)
  • Doenças Sistêmicas e Metabólicas (ex: Diabetes)
  • Doenças Neurológicas (ex: Esclerose Múltipla, Parkinson, AVC)

INCIDÊNCIA E PREVALÊNCIA

  • 15% em mulheres com mais de 50 anos
  • Mais de 3% mulheres  que tiveram partos "vaginais" (IF temporária ou permanente)
  • 5% da população geral apresenta soiling
  • Acima de 65 anos   ID 12 vezes mais prevalente
  • 51% dos pacientes com diarréia crônica tem IF; apenas a ½ inclui como queixa

Déficit neurológico pode envolver fibras nervosas aferentes, fibras eferentes ou ambas
•     Lesão nas fibras nervosas aferentes:
  • sensação ano-retal ausente ou diminuída
  • capacidade prejudicada para detectar o enchimento retal
  • evacuação tardia
  • ausência de urgência para defecar
•    Lesão nas fibras eferentes:
  • função deficiente dos mAPs ou EAE
  • capacidade retal e complacência afetada 
CONDIÇÕES QUE PODEM CAUSAR INCONTINÊNCIA ANAL:
  • Diarréia
  • Defeitos anatômicos
  • Comprometimentos neurológicos
  • Transbordamento
  • Complacência retal
  • Denervação do assoalho pélvico

Constipação

Caracterizada pela presença de fezes muito duras, pequenas, infreqüentes, difícil de serem expelidas, ou sensação de esvaziamento incompleto.

Causas:
  • Distúrbios sistêmicos
  • Distúrbios neurológicos
  • Medicamentos
Critérios de Diagnóstico:
  • Esforço
  • Fezes duras ou síbalos
  • Sensação de evacuação incompleta
  • Sensação de obstrução anorretal ou bloqueio
  • Manobras manuais para facilitar (digitação ou suporte do AP)
    
Prevalência da Constipação

  • 2 %  a  4 % da população geral (NHIS)
  • 2,5 milhões de visitas médicas por ano
  • US$ 370 milhões anualmente gastos com laxativos

Classificação dos pacientes com constipação

  • Distúrbios da motilidade colônica
  • Sintomas de obstrução de saída
  • Combinação dos dois tipos
  • Crianças - fatores fisiológicos e fatores psicológicos
Foi publicado em 16/07/12 e revisado em 26/03/17



Capacite-se em assuntos para atender melhor os pacientes:
  • Aprenda Kinesio Tapping Online
  • Cintura Pélvica: Principais alterações posturais e possíveis correções X estética do glúteo
  • Liberação Miofascial Instrumental MioBlaster (IASTM) + Ventosas

  • Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

    Quer anunciar neste blog?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

    Quer sugerir uma pauta?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

    Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.