Estilo de vida saudável na menopausa pode diminuir risco de câncer de mama


>




Mulheres com um estilo de vida saudável durante a menopausa têm menor risco de câncer de mama

Estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Colorado, nos EUA, mostrou que mulheres com um estilo de vida saudável durante a menopausa têm menor risco de câncer de mama mais tarde na vida.

Mulheres obesas na pós-menopausa correm maior risco de desenvolver tipos mais agressivos da doença do que mulheres magras.

"Ao usar rastreadores de nutrientes para gordura e açúcar acompanhamos onde o corpo armazena o excesso de calorias. Em modelos de ratos magros, o excesso de gordura e glicose foi armazenado pelo fígado, tecidos mamários e esquelético. Em modelos obesos, o excesso de gordura e glicose foram usados por tumores, alimentando seu crescimento", explica o autor da pesquisa Erin Giles.

Em suma, se uma mulher é magra, o excesso de calorias tende a ir para o tecido saudável. Se uma mulher é obesa, o excesso de calorias alimenta o tumor. "Isto implica que a janela da menopausa pode ser uma oportunidade para as mulheres controlarem o risco de câncer de mama por meio da gestão de peso", afirma Giles.

O estudo mostrou ainda que os tumores de animais obesos tinham maiores níveis de receptor de progesterona, que parece incentivar o crescimento do câncer.

Para estender suas descobertas para os seres humanos, eles recrutaram dados da análise genética de 585 tipos de câncer de mama humano e descobriram que os tumores humanos que expressam o receptor de progesterona tiveram a mesma vantagem metabólica.

"Basicamente, nós vimos uma resposta metabólica de gordura e açúcar anormal nos obesos que, em muitos aspectos, espelha a resposta no diabetes tipo 2", observa Giles. Notando esta semelhança, o grupo testou a utilização do da droga contra o diabetes Metformina no modelo de câncer de mama na pós-menopausa.

Com o tratamento, o tamanho do tumor foi significativamente reduzido nos obesos, e os tumores apresentaram expressão reduzida do receptor de progesterona.

Usando um modelo pré-clínico, os pesquisadores descobriram que o ganho de peso durante a menopausa é particularmente ruim para aquelas que já são obesas quando entram na menopausa. Em conjunto, os resultados deste estudo sugerem que a combinação da obesidade e ganho de peso durante a menopausa pode impactar o câncer de mama de dois modos. Em primeiro lugar, os tumores que surgem em mulheres obesas parecem ter uma vantagem metabólica e, em segundo lugar, a incapacidade para armazenar o excesso de calorias em tecidos saudáveis pode estimular o crescimento do tumor.

"Enquanto as drogas podem ser úteis no controle do risco de câncer de mama em mulheres obesas na pós-menopausa, nossos resultados sugerem que uma combinação de dieta e exercício pode ser tão ou mais benéfica", conclui Giles.

Estudos em andamento do grupo estão testando se as intervenções, tais como dieta e exercício, durante o período de ganho de peso na menopausa, podem reduzir a progressão dos tumores.

Share on Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment