Obesidade agrava risco de disfunção erétil








Conhecido fator de risco para doenças cardíacas, o tamanho da cintura também pode indicar a probabilidade de um homem ter disfunções sexuais e urológicas. É o que afirma um estudo da Faculdade de Medicina Weill Cornell (EUA) publicado no British Journal of Urology International.

A pesquisa incluiu 409 homens com idade média de 40 anos, divididos em três grupos de acordo com as medidas da cintura: menos de 91 cm, entre 91 cm e 101 cm e mais do que 101 cm. No grupo com maior circunferência, 74,5% dos homens disseram ter disfunção erétil. O problema foi relatado por 50% dos participantes de cintura média e por 32% dos que tinham medidas abaixo dos 91 cm. Aqueles com 101 cm de cintura também apresentaram maiores problemas com ejaculação precoce. Os pesquisadores identificaram a disfunção em 60% dos participantes desse grupo, contra 40% e 21% dos casos nos grupos de cintura média e normal, respectivamente.

Segundo os autores, ainda não é possível definir os mecanismos que fazem com que o tamanho da cintura influenciea saúde sexual. No entanto, existe a hipótese de que a gordura abdominal prejudique o fluxo sanguíneo na pélvis e cause alterações hormonais, ambos fatores de risco par a dificuldade de ereção e problemas de ejaculação. 

Pratique os melhores exercícios contra obesidade

Enfrentar a obesidade e diminuir as medidas da cintura requer muita determinação. Além de alterar a dieta, é preciso dar início à prática de exercícios físicos sempre com orientação médica para descobrir a intensidade de treino que o seu corpo é capaz de suportar. Se você quer eliminar peso e ganhar saúde, acompanhe as sugestões de exercícios:

Trabalhe a respiração

"Pacientes acima do peso ficam ofegantes mais rápido porque os pulmões acabam pressionados com o excesso de gordura, não conseguindo se expandir direito durante a inspiração", diz o doutor em ciências da saúde Hildeamo Oliveira, do Centro de Excelência em Medicina do Exercício (CEMEx) Golden Spa. Fisioterapeutas podem recomendar séries de respiração voltadas a regular o funcionamento dos pulmões.

Invista nos exercícios aeróbios

Exercícios como caminhada, bicicleta e a dança podem fazer parte do treino de uma pessoa com obesidade. "Mas, para garantir que as aulas estão no ritmo adequado, é fundamental fazer uma avaliação física e solicitar orientação médica", diz o personal trainer Marcelo Joaquim, do Centro de Cirurgia da Obesidade e Metabólica. 

Hidroginástica previne lesões

Exercícios na água reduzem o peso sobre as articulações, favorecendo aulas mais longas e maior queima de calorias. Sessões de hidroginástica emagrecem e ainda relaxam o corpo. "A água consegue aliviar a tensão causada pelo excesso de peso, tornando a hidroginástica uma atividade revigorante", afirma Hidealmo. 

Esportes na água

Natação e outros esportes adaptados para a água contribuem para a perda de peso. Hidealmo explica que a piscina permite que a pessoa com obesidade faça movimentos mais amplos e consiga frear e acelerar os movimentos com mais facilidade. Vôlei e pólo são jogos que podem ser disputados na água.

Musculação para ganhar força

O personal Marcelo explica que a musculação vai auxiliar o paciente a ganhar força muscular, além de ajudar na perda de gordura. Peça ajuda ao seu médico e ao professor de educação física para obter um treino adequado ao seu grau de obesidade e nível de condicionamento físico.

Frequência sem riscos

Para perder peso com exercícios, você precisa treinar de 60 a 90 minutos por dia, pelo menos cinco vezes na semana. "Após três meses, já é possível elevar as cargas e aumentar a intensidade dos exercícios", afirma Marcelo Joaquim.




Capacite-se em assuntos para atender melhor os pacientes:
  • Aprenda Kinesio Tapping Online
  • Cintura Pélvica: Principais alterações posturais e possíveis correções X estética do glúteo
  • Liberação Miofascial Instrumental MioBlaster (IASTM) + Ventosas

  • Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

    Quer anunciar neste blog?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

    Quer sugerir uma pauta?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

    Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.